Skip to content

QUE HALLOWEEN QUE NADA! HOJE É DIA DO SACI!

outubro 31, 2009
Muita gente não sabe, mas 31 de outubro é o dia do Saci, o ícone maior do folclore brasileiro. Infelizmente em diversos lugares de nosso país vária pessoas estão comemorando o Halloween, festa tipicamente americana.
Para reverter esta situação o Projeto de Lei 2479/2003 da deputada Ângela Guadagnin, pede a instituição do dia 31 de outubro como o dia Nacional do Saci.
Saiba mais lendo o texto de Thatiane Faria, publicado no site
http://www.abril.com.br:

CONHEÇA O SACI-PERERÊ E SAIBA QUAL É A ORIGEM DO SEU DIA
Por Thatiane Faria
No início, o Saci era um curumim, uma criança indígena, travesso, conhecedor e defensor da floresta e possuia as duas pernas
O Dia do Saci é comemorado junto ao Halloween, no dia 31 de outubro, com o objetivo de sobrepor o folclore brasileiro à cultura internacional. Segundo o Projeto de Lei 2479/2003 da deputada Ângela Guadagnin, que pede a instituição da data nacionalmente, “a intenção deste projeto é ensinar às crianças que o país também tem seus mitos, difundindo a tradição oral, a cultura popular e infantil, os mitos e as lendas brasileiras”.
Com ajuda de esforços principalmente da Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci) – http://www.sosaci.org/ – , o Dia do Saci foi instituído oficialmente, no estado de São Paulo, em 2004. A entidade ainda luta para garantir que essa data tenha alcance na legislação de todo o país.
Entre os locais que mais comemoram a ocasião está o município paulista de São Luiz do Paraitinga, onde também já há uma lei municipal que institui oficialmente a data. As cidades de São José do Rio Preto, São Paulo, Vitória, Uberaba, Fortaleza e Guaratinguetá também já possuem o Dia do Saci em suas legislações.
Origem do personagem
A história do Saci-Pererê surgiu na região que abrange o Sul do Brasil e partes da Argentina, Paraguai e Uruguai, no território dos índios Guaranis, segundo o presidente e fundador da Sosaci, Mário Cândido da Silva Filho. Por não haver relatos escritos sobre o personagem nessa época, não se sabe direito a data certa do seu nascimento, mas sabe-se que ele era um curumim, uma criança indígena, travesso, conhecedor e defensor da floresta. Além disso, ele tinha as duas pernas, diferente do que foi disseminado ao longo dos anos pelo país.
No século 17 foram encontrados os primeiros registros sobre o Saci e, ao percorrer o território nacional, a lenda foi sendo adaptada e modificada por onde passava. Por esse motivo, o menino passou por algumas modificações ao longo da vida.
Após a lenda ter sido assumida e modificada pelos escravos brasileiros, o Saci que antes era indígena, tornou-se negro, perdeu uma perna e ganhou o costume de fumar um cachimbo, ou pito. Já desta forma, ele aparece como um dos principais persoganes dos livros de Monteiro Lobato, na série Sítio do Picapau Amarelo, responsável por uma grande exposição e reconhecimento do Saci em todo país.
Segundo Mário Cândido, alguns contam que o “menino era escravo, mas cortou uma das pernas por preferir ser um perneta livre do que escravo com duas pernas”. Outros dizem que a perna do Saci é central (não é esquerda nem direita), o que refutaria a tese anterior. O cachimbo foi incorporado ao personagem por ser um hábito entre os escravos também.
O presidente da Sosaci conta que o menino travesso teria entre 70 cm e 77 cm e abrange características de todo povo brasileiro, considerado uma mistura de outros povos. Além da origem indígena, que até hoje o faz conhecedor e defensor da natureza, e da cor da pele, representando os negros, ele a carapuça vermelha representaria o europeu.
Ele explica que “há quem diga esse gorro era usado na Roma Antiga como símbolo do escravo liberto. Na frança, época da Bastilha o acessório também era usado como símbolo de liberdade”.

SOCIEDADE DOS OBSERVADORES DE SACI (SOSACI)

No site da Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci) você encontra um abaixo-assinado solicitando que o Ministério da Cultura abrace esta causa de valorização da cultura brasileira, instituindo o 31 de outubro como “Dia do Saci e seus Amigos”.
Clique aqui e participe da defesa da Cultura Nacional.
Viva a nossa Cultura, nossos mitos e lendas!
Fonte: http://www.abril.com.br

Imagem: cartaz do site VERMELHO
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: