Skip to content

A BANDA PODE PARAR DE PASSAR

agosto 26, 2009
A Curica, retreta mais antiga do estado, enfrenta dificuldades mesmo após ser eleita Patrimônio Vivo

Elas enfrentam dificuldades financeiras, mas continuam existindo. As tradicionais bandas de música, conhecidas como retretas, apesar de esquecidas pela maioria das pessoas, se mantêm vivas, principalmente no interior do estado.
São elas que muitas vezes promovem o patrimônio local, ajudando a animar culturalmente a região. Algumas resistem tocando em coretos, acompanhando procissões, festas, bailes e solenidades religiosas. Em Pernambuco existem cerca de 150 retretas. A mais antiga é a Sociedade Musical Curica, de Goiana, município da Mata Norte. Fundada em 8 de setembro de 1848, a banda foi eleita Patrimônio Vivo da cultura pernambucana em 2005. Mas atualmente tem problemas para se manter. E pode parar de tocar.

O músico e diretor financeiro da Curica, Adriano Vicente Araújo, 26 anos, diz que o título ajudou bastante na evolução da desenvoltura da banda. Mas alega que faltam incentivos dentro do próprio município. “Recebemos muito pouco em troca. Geralmente, só por ocasião de festas religiosas, quando fazemos apresentações acompanhando os cortejos e as procissões”, lamenta. Resultado: a Curica sobrevive praticamente dos R$ 1,5 mil mensais do título de Patrimônio Vivo. Dinheiro aplicado na compra e manutenção dos instrumentos e no deslocamento dos músicos, que geralmente tocam em outros municípios do interior do estado. Os 55 componentes, em sua maioria crianças e adolescentes, recebem, em média, R$ 45, por festa. “Todos têm outra atividade para se sustentar. Eu, por exemplo, sou técnico em contabilidade”, ressalta Adriano.
A banda está instalada num casarão com sede própria, onde os maestros e auxiliares mantêm a Escola de Música Professor José Conrado Souza Nunes, onde adolescentes recebem orientação musical gratuita. “É difícil porque as pessoas tendem a não valorizar a banda. Mas o nosso trabalho é filantrópico e por amor à música”, resume. A Curica também fez parte da Guarda Nacional e ganhou prêmios e concursos importantes, como o de Melhor Banda do Interior, em 1986, em Caruaru. Fizeram parte do quadro de sócios personalidades ilustres de grande importância da política brasileira, como o presidente Getúlio Vargas e o interventor do Rio Grande do Sul, Flores da Cunha.

O auge

As bandas pernambucanas tiveram seu auge entre os anos de 1975 a 1982. Nessa época, tocavam nos grandes parques da cidade durante os fins de semana, atraindo um grande público. O pesquisador e historiador Leonardo Dantas Silva, que promoveu nesse período as retretas na Praça do Derby, lembra que as famílias se reuniam para assistir às apresentações. “Uma vez por mês, a Orquestra Sinfônica do Recife também fazia um espetáculo”, contou. Dantas Silva acredita que a falta de interesse político fez com que as retretas se apagassem do cenário musical. “Elas estão esquecidas”, ressaltou. De acordo com o historiador, as primeiras bandas surgiram no Brasil no início do século 19. “Em Pernambuco, durante a visita de Dom Pedro II ao estado em 1859, o imperador foi recebido várias vezes em solenidades ao som de bandas no Recife, em Goiana, na Mata Norte, e em Escada, na Mata Sul”, recorda. A Curica, por exemplo, se apresentou para Dom Pedro II na passagem do imperador pela cidade em 6 de dezembro de 1859.

As mais antigas

Sociedade Musical Curica (Goiana) – 1848
Saboeira (Goiana) – 1849
22 de Novembro (Paudalho) – 1852
Santa Cecília (São Bento do Una) – 1854
Sociedade Musical Pedra Preta (Itambé) – 1870
Banda de Música da Polícia Militar de Pernambuco (Recife) 1873
Euterpina Juvenil Nazarena (Nazaré da Mata) 1884
Nova Euterpe Caruaruense (Caruaru) – 1896
São Sebastião (Belo Jardim) – 1887
Isaías Lima ( Triunfo) – 1890
15 de Novembro (Gravatá) – 1900
Filarmônica Dinon Pires de Carvalho (Belém de São Francisco) – 1900
Comercial de Caruaru (Caruaru ) – 1900

FONTE: Diário de Pernambuco

http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/08/26/interior1_0.asp
Ana Paula Neiva
ananeiva.pe@diariosassociados.com.br
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: