Skip to content

MORRE CANTOR E COMPOSITOR ZÉ RODRIX

maio 22, 2009

Artista, de 61 anos, morreu esta madrugada em SP. Ele estava em casa quando passou mal e foi levado ao HC.

Morreu, na noite da quinta-feira (21), em São Paulo o cantor e compositor Zé Rodrix. Ele é o autor da música “Casa no campo”, grande sucesso gravado por Elis Regina. Outra composição de sucesso dele é a musica “Soy latino americano”. Zé Rodrix estava em casa, com a família, quando passou mal. Ele foi levado às pressas ao Hospital das Clínicas, na capital paulista. O artista tinha 61 anos e, segundo a mulher, estava muito bem de saúde.
Ele integrou o trio Sá, Rodrix & Guarabyra, que foi o expoente do rock rural nos anos 70. Também tocou com Tavito e com a banda Joelho de Porco.
Fonte:
http://g1.globo.com/Noticias/Musica/0,,MUL1163545-7085,00.html

Ouça a Música: Jesus Numa Moto, de autoria deste Grande Artista que já faz muita falta a boa música brasileira.

ZÉ RODRIX – JESUS NUMA MOTO

Zé Rodrix

José Rodrigues Trindade nasceu em 25 de novembro de 1947 no Rio de Janeiro. É um compositor, multiinstrumentista, cantor, publicitário e escritor. Filho de um mestre-de-banda, estudou no Conservatório Brasileiro de Música e na Escola Nacional de Música, onde aprendeu, além de teoria musical, harmonia e contraponto, piano, acordeom, flauta, saxofone e trompete.
Além de carreira solo, Zé Rodrix fez parte de importantes grupos como Momento Quatro, com quem se apresentou no III Festival de Música Brasileira da TV Record em 1967, acompanhando Marília Medalha, Edu Lobo e o Quarteto Novo, interpretando a música “Ponteio”, vencedora do evento; grupo de teatro GRAL e grupo musical Primeira Manifestação da Peste, com quem se mudou para Porto Alegre, onde trabalhou como professor de música e jornalista da publicação “Zero Hora”; e, Joelho de Porco na década de 80, com quem gravou os trabalhos “Saqueando a cidade” e “18 anos sem sucesso”.
Em 1971, venceu o Festival de Juiz de Fora com a canção “Casa no campo” (c/ Tavito), que se tornou grande sucesso na gravação de Elis Regina. No mesmo ano, formou, com Luiz Carlos Sá e Guttemberg Guarabyra, o trio Sá, Rodrix e Guarabyra.
Rodrix tem um consistente trabalho em trilhas sonoras tanto para cinema, como teatro e televisão. Na sétima arte, assinou as trilhas dos filmes “Como era gostoso o meu francês”, de Nélson Pereira dos Santos; “O esquadrão da morte”, de Carlos Imperial; “Motel”; e, “Batman e Robin”, pelo qual foi premiado. No teatro, participou das trilhas dos musicais “Tem piranha na Lagoa”, de Paulo Affonso Grisolli; “Independência ou morte”, de Hélio Bloch; e, “Miss (Apesar de tudo) Brasil”; e das peças “O refém”, “Tributo”, “Geppeto” e “A secreta obscenidade de cada dia”. Entre 1989 e 1996, assinou a direção musical dos espetáculos “Não fuja da Raia” e “Nas Raias da loucura”, de Sílvio de Abreu, e do programa “Não fuja da Raia” (Rede Globo), todos estrelados por Claudia Raia. Em 1994, recebeu o prêmio APETESP de Melhor Trilha Sonora pela autoria da música do espetáculo “A bela e a fera”. Na TV, participou, como compositor e produtor musical, da trilha sonora da novela “Cambalacho” (TV Globo).
Fundou, com Tico Terpins, o estúdio de gravação Voz do Brasil, especializado na criação de trilhas sonoras, jingles e assinaturas para diversos anunciantes e produtos, área na qual vem atuando com destaque.
Como escritor, desenvolveu uma trilogia composta por “Johaben: Diário de um Construtor do Templo” (1999), “Zorobabel: Reconstruindo o Templo” (2005) e “Esquin de Floyrac: O Fim do Templo” (2007). Seus livros são literatura recomendada nas Lojas Maçônicas.
Ativo representante de classe é membro das diretorias da Associação Paulista de Publicitários (APP) e da Associação de Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo (APETESP), sendo intensamente requisitado como consultor para negócios de internet e e-business de São Paulo. Foi agraciado com o prêmio “Homem do Ano 2005 – III Edição”, idealizado em homenagem, comemoração e exaltação ao “Dia Internacional do Homem”, organizado pela AVB Produções, Promoções e Eventos, outorgado em solenidade realizada na Assembléia Legislativa Estadual de São Paulo.

Fonte:http://ondequando.com/event/34243/Caixa-Cultural-Brasília:-Sá,-Rodrix—Guarabyra-Iniciam-em-Brasília-Turnê-Nacional

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: