Skip to content

PITACO CULTURAL – GESTÃO PARTICIPATIVA

março 25, 2009
Por André Vasconcelos

Fazer crítica construtiva aqui em Triunfo, às vezes, é ato muito complicado. Dependendo de quem a recebe não é visto como algo positivo. Falta o discernimento no sentido de saber separar “o joio do trigo” e não levar para o lado pessoal. Como cidadão quero ver o desenvolvimento de nossa cidade e não só precisamos, como também devemos reivindicar e defender o que achamos correto. Não sou dono da verdade; todos erramos, mas não quero pecar por omissão e acreditando nas boas intenções da equipe que está gerindo a secretaria municipal responsável pelo fomento a cultura em nosso município, muito respeitosamente anseio levantar algumas questões.

Atualmente, presenciamos a facilidade em se obter financiamentos para projetos culturais. Por exemplo, o caso da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE). Antigamente no Carnaval, o apoio dado pelo governo estadual (o qual também devemos agradecer) era fornecer o palco e articular a vinda de jornalistas a Triunfo durante o período. Desde o ano passado, observamos um progresso na grade de programação do evento devido a FUNDARPE (Bicharada de Mestre Jaime, Jair Rodrigues, Nando Cordel, Geraldo Azevedo, Jorge Aragão…). Este ano promovidos pela FUNDARPE tivemos Bloco Lírico Cordas e Retalhos, Maracatu Leão Nazareno, Grupo Indígena Tupinambá, Ed Carlos, Art Popular, Almir Rouche, D´Breck, Revelação, … além de também sugerir a adoção de um edital para o Concurso dos Caretas e patrocinar a premiação. Visando o ciclo da Semana Santa, através do edital “Pernambuco: Paixão de Todos”, está sendo liberado pela FUNDARPE um montante de R$ 300.000,00 a ser rateado para várias cidades pernambucanas que têm espetáculos da Paixão de Cristo. Entre os municípios com verba assegurada está Triunfo com R$ 20.000,00. Isso é algo bastante positivo. O que é no mínimo estranho nisso tudo é a proposta apresentada pela administração municipal. Conforme o artigo anterior do maestro Lucivaldo Ferreira com base em conversa informal com Secretário Municipal Evanildo Fonseca, o projeto “Paixão Sertaneja” vai ser ‘importado’ do litoral. Concordo com o também artista cênico Lucivaldo quando diz nada ter contra Silvério Pessoa e Quinteto Violado. Muito pelo contrário. Como bom pernambucano sou admirador do grupo e artista citados e parabenizo a iniciativa de trazê-los a Triunfo. São referências no Brasil e, apesar de não conhecer (confesso) o trabalho dos respectivos voltado ao teatro, sei que credibilidade e talento eles tem de sobra. Portanto, creio que vai ser uma inovação na programação da Semana Santa triunfense, a qual estamos na torcida para que seja exitosa e desde já garanto minha presença. Não perco por nada (se Deus assim quiser). Agora discordo da exclusão vergonhosa feita ao Grupo de Teatro Amador de Triunfo (GTAT) que durante mais de 30 anos, com muito pouco incentivo, levou a frente a encenação da Paixão de Cristo. O que motivou tal atitude (desinformação ou sei lá o quê) ninguém sabe. Há quatro anos, diante das dificuldades e falta de apoio, deixou de ser realizado o projeto. A nossa esperança era que com o início de uma nova gestão isso fosse revertido. Porém não foi o que aconteceu. Fiquei feliz em saber da intenção da FUNDARPE em patrocinar o evento e qual foi minha decepção quando em conversa com alguns “antigos” participantes do GTAT, nenhum tinha sido procurado (repito nenhum). Falei com vários e sempre a mesma resposta. Já que o governo estadual está disponibilizando recursos financeiros, a exclusão do GTAT por parte da administração municipal demonstra falta de sensibilidade as demandas da classe artística e é um desserviço a cultura e as artes cênicas de nossa cidade. Honestamente não acredito que esta tenha sido a intenção. Assim sendo, como cidadão e amante da cultura triunfense faço um apelo para que seja revisto este ato equivocado. Confiamos no bom senso dos responsáveis para reverter tal situação. Para este ano sei que é algo complicado, pois faltam apenas 15 dias para a Semana Santa, a não ser que o triunfense seja exibido como mera figuração no espetáculo de modo a mascarar a não inclusão.

Destarte, se faz necessário abrir um debate, dialogar, realizar uma discussão democrática sobre os novos rumos da política cultural. Nada de decisões tomadas em surdina, em gabinetes. A proposta central que faço é estabelecer, de forma participativa e democrática, um novo modelo de gestão que, após as reformulações institucionais necessárias, venha reorganizar o papel da Prefeitura de Triunfo na área cultural, levando em consideração as especificidades do fazer cultural. A criação de uma Secretaria Municipal de Cultura (?), do Conselho Municipal de Política Cultural, do Fundo e do Plano Municipal, são pautas que devem ser debatidas visando ratificar a cultura como um campo estratégico. Dar abertura aos que militam na cultura se constitui em uma ação benéfica, saudável tanto para a administração municipal quanto à classe artística. Unir, trazer pra junto e não desagregar. O papel do gestor é organizar o meio, ser a ponte, contribuir, aglutinar, levantar as demandas junto aos vários segmentos. Sei que não é possível atender a todos, mas a relação entre as partes tem que ser honesta, olho no olho até na hora de se dizer um não. Assim se conquista respeito e apoio. “Briga”, mas depois se entende. No entanto, para isso é necessário ter ao menos diálogo, além de humildade para reconhecer os erros e não decisões tomadas de cima pra baixo, sozinho, sem discussão. Viva a coletividade. O isolamento será por demais negativo para todos. Como disse Lucivaldo “cultura se constrói em comunidade e não em equivocados vôos solitários”. Todos saem ganhando e Triunfo agradece.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: