Skip to content

PITACO CULTURAL – Paixão de Cristo

março 7, 2009

Reproduzimos abaixo notícia postada no blog do jornalista Magno Martins.

Nova Jerusalém é Patrimônio Cultural e Imaterial de PE
O teatro de Nova Jerusalém juntamente com o espetáculo da paixão de Cristo ali encenado anualmente passaram, desde ontem, a constituir Patrimônio Cultural e Imaterial de Pernambuco, a partir de projeto sancionado ontem pelo governador Eduardo Campos, no Palácio do Campo das Princesas.

“Agora se abre a possibilidade de, ao longo do ano, a Paixão de Cristo receber ajuda para trabalhos sociais, treinamento de atores, entre outras iniciativas”, disse o governador, para quem a iniciativa deverá se tornar uma atração turística e gerar renda durante todo o ano, em vez de só no período da Semana Santa, quando ocorre a encenação. A iniciativa do governador vai permitir à Sociedade Teatral de Fazenda Nova captar recursos para o empreendimento.

Fonte: http://www.blogdomagno.com.br/

Diário de Pernambuco também destaca a iniciativa

Fazenda Nova // Paixão de Cristo é patrimônio imaterial
Palácios e muralhas gigantes, todos erguidos numa área de 100 mil metros quadrados em pleno Agreste pernambucano. Mais de 500 figurantes e cerca de 100 mil visitantes todos os anos. Só esses números já seriam o bastante para considerar o espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém um dos maiores orgulhos do estado. E para prestar homenagem ao projeto, o governador Eduardo Campos sancionou na tarde de ontem, no Palácio do Campo das Princesas, o projeto de lei que transforma o conjunto arquitetônico do teatro de Nova Jerusalém e o espetáculo da Paixão de Cristo em Patrimônios Material e Imaterial da Humanidade, 41 anos depois de sua criação. O projeto de Lei é de autoria do deputado Alberto Feitosa (PR), que fez questão de exaltar o esforço de Plínio Pacheco, o criador de todo esse “sonho de pedra”. “Não sei se ele projetou tudo como uma brincadeira ou por devoção religiosa. Mas o fato é que temos um espetáculo que não deixa nada a desejar a outros no mundo”, destacou Feitosa. Na ocasião, Eduardo Camposcomentou que o povo pernambucano deveria aplaudir o mérito de Pacheco, um homem que enfrentou preconceitos em plena época de repressão do país, para exaltar a cultura do estado e criar oportunidade de trabalho e renda ao povo da região do Brejo da Madre de Deus.Para Robinson Pacheco, filho de Plínio e atual presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, na prática, a iniciativa servirá para o projeto receber mais apoios de patrocínio e ser lembrado também ao longo do ano, por turistas de todo o mundo. A encenação da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém este ano acontece de 3 a 11 de abril. (Diogo Carvalho)
Fonte: http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/03/07/viver4_0.asp
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: