Skip to content

GOVERNO CONTABILIZA RESULTADO POSITIVO

fevereiro 28, 2009
Do mesmo jeito que as prefeituras do Recife e de Olinda comemoram os frutos do carnaval 2009, o governo estadual contabiliza resultados positivos obtidos com a maior festa popular do país. Em todo o estado a estimativa é que tenham circulado 760 mil pessoas em doze dias (entre a semana pré-carnavalesca e a quarta-feira de cinzas), 60 mil visitantes a mais do que em 2008. Tal resultado representou uma receita aproximada de R$ 375 milhões para a economia local, 19% superior aos R$ 315 milhões de 2008.Segundo a Secretaria de Turismo, as operadoras registraram um movimento 15% superior ao do ano passado. Os visitantes vieram principalmente de São Paulo, Brasília, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Alagoas. Entre os estados do Nordeste, os principais emissores de turistas foram, além de Alagoas, Paraíba, Ceará, Bahia e Maranhão. Segundo pesquisas feitas com estes turistas, 97% desejam voltar.Outro resultado comemorado foi a geração de postos de trabalho: cerca de 20 mil, nos doze dias de festa. “No ano que vem temos que potencializar a promoção nos estados vizinhos e a divulgação da semana pré-carnavalesca”, destaca o secretário de Turismo, Sílvio Costa Filho. Segundo ele, a meta é alcançar um milhão de turistas no carnaval dos próximos cinco anos. Para isso, a secretaria vai dobrar os recursos para promover o carnaval do próximo ano.”Apenas com a transmissão do carnaval na televisão, há uma estimativa que cerca de 40 milhões de pessoas assistiram ao carnaval de Pernambuco, com aproximadamente R$ 15 milhões de mídia espontânea, entre matérias de TV, rádio, jornal e internet”, ressalta o secretário.De acordo com Luciana Azevedo, presidente da Fundarpe, apenas a transmissão do desfile da escola de samba Mancha Verde, de São Paulo – que homenageou Pernambuco com o tema “Nação Cultural” – foi vista por 55,5 mil domicílios, obtendo 14 pontos no Ibope. A escola recebeu R$ 200 mil de apoio da Fundarpe. “Não dá para descrever o carnaval de Pernambuco, é preciso vivenciá-lo. Acredito que com essa descentralização conseguimos movimentar a economia da cultura, em todas as camadas sociais”, destacou.Além dos 14 polos oficialmente apoiados pelo governo, através da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), com investimentos de R$ 8 milhões para a produção e promoção do carnaval, outros 83 municípios receberam R$ 7 milhões para apoio a blocos e festas locais. A Secretaria de Turismo investiu R$ 5 milhões em divulgação. Ao todo foram R$ 22,5 milhões em investimentos.Os investimentos se refletiram nos setores hoteleiro e de bares e restaurantes. A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Pernambuco divulgou balanço que aponta ocupação de 97,6%, com permanência média de 4,7 dias. “Acredito que Pernambuco acertou a receita do bolo, quando conseguiu unir turismo e cultura no carnaval. Para o setor de hotelaria agora o que interessa não é mais a ocupação, mas o aumento do faturamento”, disse o presidente da ABIH-PE, José Otávio Meira Lins.

Do DIÁRIO DE PERNAMBUCO: http://www.diariodepernambuco.com.br/2009/02/28/economia7_1.asp
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: